Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sal e Pimenta

Não é um blog de culinária...

Sal e Pimenta

Não é um blog de culinária...

desafio de escrita dos pássaros #7

E o tema desta semana é:

A Constança precisa duma mascara capilar mas o teu patrão só quer que vendas compotas de abobora com amêndoa. Convence-a  a escolher a compota para usar.

Portanto já percebi que não tenho descanso, nem aqui, vendas, negociações...e por aí vai. Então vamos lá rir um bocadinho com o assunto.

Uma das regras do bom vendedor é criar uma necessidade que o cliente ainda não sabe que tem. - Citação minha

Então agora que já registei uma citação, em estilo encher chouriços, vamos lá ver como vou convencer a Constança (este nome é muito à "Tia", reparei agora), podia ser Sancha, mas vamos lá ao que interessa e aproveitar este pormenor e mudar a minha linguagem a partir de AGORA.

- Como tem passado querida, vinha buscar a minha máscara capilar.

- Ainda não sabe, Constança  esse produto foi descontinuado. 

- Mas ainda tem embalagens aqui nas prateleiras.

- Querida, vá por mim, isso tem químicos perigosos para a saúde. Agora estamos a apostar em soluções mais naturais e com a mesma eficácia. Soluções sem químicos. 

- A sério? Não sei como vou conseguir viver sem minha rica máscara.

- Acabou de chegar um produto espectacular, natural e cheio de benefícios para a saúde. 

- Então? Que produto é esse? 

- Compota de abóbora e amêndoa.

- Mas isso é para comer, certo? 

- Sim, mas o que as pessoas não sabem é que pode ser aplicado no cabelo. 

- Como assim? 

- Aplica 2 colheres de sopa na cabeça, espalha para as pontas, depois coloca uma toca e deixa estar durante 30 minutos. Vai à sua vida, lê uma revista ou vê a Passadeira Vermelha, e depois lava normalmente. Passa por água, coloca este champô de abóbora, enxagua bem, depois aplica a máscara de amêndoa duas vezes por semana e vai ver como o  cabelo vai ficar brilhante  forte e nutrido. E se comer umas tostas com a compota, vai também notar diferenças na pele do seu rosto. 

- Como é possível  que ninguém fale nesse produto.

- Simples, como é um produto barato, ninguém tem interesse em comercializar. A margem de lucro é muito menor que a da máscara capilar que costuma levar. É claro, que o meu patrão não pode saber que eu lhe estou a contar isto. 

- Agradeço  imenso a sinceridade  é por isso que só venho aqui, porque confio em si.

- Aproveite e diga à Carlota, à Tica, à Bibá, à Pipa e a todas as que se lembrar.

- Fica combinado, assim sendo vou levar já seis compotas e à tarde já aviso todas  para cá virem. 

- Pois é melhor, porque não há muitos e pode esgotar. 

Passado uma semana o meu patrão já tinha o stock esgotado e agora queria despachar a compota de morango.

Haja Paciência!

pumpkin-1713381_1920.jpg

Imagem gratuita Pixabay

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.